Pasta de tâmaras. O que é e para que serve?

 É uma pergunta frequentemente colocada, e por vezes respondida de forma incompleta.

A pasta de tâmaras não é nada mais do que um produto obtido através de processos mecânicos.  O seu objectivo é o de facilitar o tratamento/processamento de tâmaras num contexto de produção alimentar.

É produzida em 2 passos extremamente simples.

No primeiro passo, as tâmaras são descaroçadas, quer manualmente, quer através da utilização de um equipamento de automático de remoção dos caroços. Este equipamento faz uso de um embolo, que atravessando o centro da tâmara empurra o seu caroço para fora, separando a parte comestível da fruta da não comestível.

No segundo passo as tâmaras, já descaroçadas, são trituradas até chegarem a consistência de pasta., sendo de seguida embaladas e estando prontas a utilizar.

Assim se obtém a pasta de tâmaras,

que tal como o nome indica, é 100% constituída por tâmaras, simplesmente num formato pastoso pronto a utilizar – ideal para a produção de barras energéticas, energy balls e utilizada como adoçante natural para uma grande variedade de produtos.

O tempo despendido a preparar as tâmaras inteiras para produção é o factor de diferenciação mais evidente entre a pasta de tâmaras e as tâmaras por inteiro. O processo de remoção de caroços e trituração de tâmaras é extremamente moroso, sendo que a pasta pronta a utilizar é a solução ideal para acelerar/facilitar a produção dos produtos em cima mencionados.

Existe no entanto uma questão importante a ter em consideração quando adquirimos pasta de tâmaras.

O seu teor de humidade.

Este parâmetro é vital para, em primeira instância, aferirmos a qualidade da pasta de tâmaras, e em segunda instância, garantirmos um processamento  simples e eficaz, na medida em que baixos níveis de humidade o dificultam seriamente, quanto mais seca/menos teor de humidade tiver a pasta de tâmaras menor qualidade esta terá, como também mais dificil se tornará o seu processamento (este princípio aplica-se também a tâmaras inteiras). Para referência – o teor de água de uma pasta de tâmaras indicada para processamento deverá rondar os 16%.

Qualquer questão blog@wildbran.pt!

Please follow and like us: