Lançar uma marca do zero? 3 decisões antes começar!

Começar do zero é certamente um desafio. Seja qual for a indústria, existem diversas escolhas a fazer e decisões importantes a tomar!

Como podemos então ter a certeza que estamos a tomar as decisões certas quando começamos do zero?

Numa fase tão crítica como o arranque de um projecto, a realidade é que nunca podemos ter a certeza, temos apenas de confiar que as nossas decisões são as melhores, baseando-nos na informação que temos disponível no momento.

Decisão Nr.1

Começar.

Muito provavelmente a mais importante das decisões a tomar, no entanto é preciso averiguar e responder a uma série de questões antes de começar:

  • Porque vou começar a vender?
  • O que vou vender?
  • A quem o vou vender?
  • Quanto tempo e investimento preciso para o fazer acontecer?

Podem parecer questões muito simples, mas estas balizam os nossos esforços, comprometem-nos com objectivos e estabelecem um espaço temporal definido para o fazer acontecer. São um grande ajuda no arranque de qualquer projecto.

Decisão Nr.2

Procurar os parceiros certos.

O velho provérbio africano, “se queres ir rápido vai sozinho, se queres ir longe vai acompanhado”, é uma excelente analogia para esta decisão. Como todos sabem, grandes feitos são conquistados pelos esforços de vários indivíduos e organizações, pelo que partir para uma jornada tão complexa como lançar um novo projecto, negócio ou marca sem o apoio de bons parceiros, será infinitamente mais difícil, senão mesmo impossível.

Como identificar os parceiros certos?

  1. Partilham os nossos valores e crenças
  2. Complementam a nossa actividade
  3. Estão disponíveis para encontrar soluções para os desafios que encontramos
  4. São honestos e directos

Estas são as características que nos ajudam a filtrar bons parceiros. Se não não cumprirem com estes requisitos provavelmente não será possível estabelecer uma relação duradoura.

Decisão Nr.3

Vender.

Vender, vender, vender. Mesmo antes de termos um produto para vender, temos de definir à partida  os clientes que queremos obter, os objectivos que queremos atingir e sobretudo representar do sucesso do nosso produto. Se não formos capazes de “vender” um produto a nós próprios como o poderemos vender a outros?

O objectivo –  expôr o nosso projecto ao mundo.

É absolutamente vital, propagarmos a nossa mensagem, vender os nossos objectivos. Neste processo receberemos feedback positivo e negativo que  garantirá a melhoria contínua do que iremos fazer para os nossos clientes. Se nunca o fizermos certamente não atingiremos os objectivos e o sucesso a que nos propusemos ao começarmos.

 

Qualquer questão blog@wildbran.pt!

Please follow and like us: